CONHEÇA A GAZETA EXPEDIENTE CONTATO ANUNCIE BUSCA

atrações aviação bahia especiais eventos geral internacionais nacionais pessoas portugal salvador viagens
imprimir

Air France participa de projeto de monitoramento climático

Empresa demonstra interesse em melhorar o conhecimento sobre o impacto do transporte aéreo no meio ambiente

Air France está participando de um projeto de monitoramento climático, em que mede os níveis de vários tipos de gases de efeito estufa. Os dados desse programa vão ser enviados a centros meteorológicos e cientistas de todo o mundo e serão usados no estudo dos ciclos de carbono e na checagem de emissões de CO2 (de acordo com o Protocolo de Kyoto).

Desde junho, a Air France, por meio do projeto europeu IAGOS (In-Service Aircraft for a Global Observation System), transporta equipamentos de medição atmosférica a bordo de um Airbus A340, usados para medir os níveis de vários tipos de gases de efeito estufa, partículas de nuvem entre outros. O objetivo da companhia aérea é um monitoramento em escala global.

Os dados resultantes do programa serão disponibilizados para centros meteorológicos internacionais e cientistas de todo o mundo e serão usados, principalmente, no estudo dos ciclos de carbono e na checagem de emissões de CO2 (de acordo com o Protocolo de Kyoto). O A340 equipado com esses instrumentos exibe a inscrição "Monitoramento de Pesquisas Climáticas" e faz parte das rotas de destinos como Caribe e África Ocidental, áreas em que esse serviço não é amplamente atendido por outras companhias aéreas que apoiam o projeto.

Aeronaves de longa distância são mais adequadas para esse tipo de pesquisa já que, ao contrário de métodos tradicionais de observação (balões de sondagem ou satélites), esses aviões voam por longos períodos em altitude de cruzeiro.

A Air France já havia participado de um projeto semelhante* entre os anos de 1994 e 2004.

* Projeto MOZAIC (medição de ozônio, monóxido de carbono e vapor de água em programa de alta altitude)

Air France, comprometida com o desenvolvimento sustentável

Por muitos anos, a Air France se compromete em reduzir o impacto ambiental, com o objetivo de alcançar um crescimento neutro em emissões de CO2 a partir de 2020. A Air France também está totalmente envolvida nesta questão por meio de suas pesquisas em biocombustíveis sustentáveis. Além disso, continua integrando o desenvolvimento sustentável em seus produtos e serviços reciclando, em média, 80% dos artigos usados para o serviço de bordo.

Pelo oitavo ano consecutivo, em 2012, o Dow Jones Sustainability Index (DJSI), principal índice internacional que avalia empresas em seu desempenho em termos de desenvolvimento sustentável, classificou novamente o grupo AIR FRANCE KLM como líder no setor de transportes aéreos. Pelo quarto ano consecutivo, o grupo apareceu na primeira posição entre as melhores da categoria "Transporte e lazer". Essa premiação é oferecida a 19 empresas com mais consciência ambiental no mundo, cada uma em seu próprio ramo.

Empresa demonstra interesse em melhorar o conhecimento sobre o impacto do transporte aéreo no meio ambiente

Air France está participando de um projeto de monitoramento climático, em que mede os níveis de vários tipos de gases de efeito estufa. Os dados desse programa vão ser enviados a centros meteorológicos e cientistas de todo o mundo e serão usados no estudo dos ciclos de carbono e na checagem de emissões de CO2 (de acordo com o Protocolo de Kyoto).

Desde junho, a Air France, por meio do projeto europeu IAGOS (In-Service Aircraft for a Global Observation System), transporta equipamentos de medição atmosférica a bordo de um Airbus A340, usados para medir os níveis de vários tipos de gases de efeito estufa, partículas de nuvem entre outros. O objetivo da companhia aérea é um monitoramento em escala global.

Os dados resultantes do programa serão disponibilizados para centros meteorológicos internacionais e cientistas de todo o mundo e serão usados, principalmente, no estudo dos ciclos de carbono e na checagem de emissões de CO2 (de acordo com o Protocolo de Kyoto). O A340 equipado com esses instrumentos exibe a inscrição "Monitoramento de Pesquisas Climáticas" e faz parte das rotas de destinos como Caribe e África Ocidental, áreas em que esse serviço não é amplamente atendido por outras companhias aéreas que apoiam o projeto.

Aeronaves de longa distância são mais adequadas para esse tipo de pesquisa já que, ao contrário de métodos tradicionais de observação (balões de sondagem ou satélites), esses aviões voam por longos períodos em altitude de cruzeiro.

A Air France já havia participado de um projeto semelhante* entre os anos de 1994 e 2004.

* Projeto MOZAIC (medição de ozônio, monóxido de carbono e vapor de água em programa de alta altitude)

Air France, comprometida com o desenvolvimento sustentável

Por muitos anos, a Air France se compromete em reduzir o impacto ambiental, com o objetivo de alcançar um crescimento neutro em emissões de CO2 a partir de 2020. A Air France também está totalmente envolvida nesta questão por meio de suas pesquisas em biocombustíveis sustentáveis. Além disso, continua integrando o desenvolvimento sustentável em seus produtos e serviços reciclando, em média, 80% dos artigos usados para o serviço de bordo.

Pelo oitavo ano consecutivo, em 2012, o Dow Jones Sustainability Index (DJSI), principal índice internacional que avalia empresas em seu desempenho em termos de desenvolvimento sustentável, classificou novamente o grupo AIR FRANCE KLM como líder no setor de transportes aéreos. Pelo quarto ano consecutivo, o grupo apareceu na primeira posição entre as melhores da categoria "Transporte e lazer". Essa premiação é oferecida a 19 empresas com mais consciência ambiental no mundo, cada uma em seu próprio ramo.

 

- Voltar -
 

 

18/02/2015 ATRACOES